Dicas de planejamento estratégico para micro e pequenas empresas

  • Home
  • /
  • Blog
  • /
  • Pages
  • /
  • Dicas de planejamento estratégico para micro e pequenas empresas
Dicas de planejamento estratégico para micro e pequenas empresas

Alcançar o sucesso nos negócios é essencial para micro e pequenas empresas. E para isso, nada melhor que um planejamento estratégico sólido e eficaz. Não importa a época do ano, ter um plano bem estruturado é a chave para atingir suas metas. Consideramos fundamental que você realize de 1 a 2 planejamentos estratégicos por ano, no mínimo, para ter suas metas e ações sempre à vista.

Fazer o planejamento estratégico para pequenas empresas é como traçar uma rota para o seu negócio, definindo onde está agora e onde quer chegar. Comece considerando aspectos importantes, como:

  • A Missão, a visão e os valores da empresa
  • Os objetivos a curto, médio e longo prazo
  • Os Planos de ação

Quando bem feito, o planejamento estratégico para pequenas empresas (ou mesmo para as grandes) é a bússola que guia a empresa para crescimento contínuo mesmo em tempos difíceis. Ele ajuda o dono e os funcionários a enfrentar desafios e aproveitar oportunidades ao longo do caminho. Por isso, é altamente recomendável que você invista tempo e recursos nessa etapa fundamental.

Leia também: Como reduzir custos e aumentar a produtividade da empresa?

Qual a importância do planejamento estratégico para as pequenas empresas?

Para as pequenas empresas, o planejamento estratégico pode ser ainda mais crucial, pois elas geralmente têm recursos limitados e precisam fazer escolhas cuidadosas sobre onde e como investir seu tempo e dinheiro.

O planejamento ajuda a alcançar todos os seus objetivos para o próximo ano e sair do ciclo negativo de ser forçado a “apagar incêndios” o tempo todo na empresa.

De acordo com a 4blue, uma das principais referências em empreendedorismo no Brasil, o planejamento estratégico é um processo que ajuda as pequenas empresas a pensar a longo prazo e a se preparar para o futuro. Segundo a organização, o planejamento estratégico pode ajudar as pequenas empresas a:

  • Melhorar a gestão do negócio;
  • Definir prioridades e estabelecer metas financeiras realistas;
  • Identificar novas oportunidades de mercado;
  • Planejar investimentos e ações futuras;
  • Monitorar e avaliar o desempenho do negócio ao longo do tempo.

Em resumo, o planejamento estratégico é fundamental para que as pequenas empresas possam crescer e se desenvolver de forma sustentável e preparada para lidar com os desafios do mercado.

teste gratis do yampa

Como fazer o planejamento estratégico para pequenas empresas?

Listamos aqui 4 passos para fazer seu planejamento estratégico:

1. Análise e Avaliação

Pra começar, foque a atenção de seus gestores e principais lideranças para entender qual é o momento atual da empresa e onde se quer chegar. Caso sua equipe seja pequena e/ou você não tenha ainda lideres na sua empresa, envolva todos.

Nesta etapa do planejamento estratégico para pequenas empresas, também é importante deixar claro qual é a missão, a visão e os valores da empresa, e quais serão os planos de ação para alcançar os novos objetivos a partir destes princípios.

Na hora de avaliar seu financeiro, pode-se considerar como referência os indicadores do seu fluxo de caixa (Se você ainda não consegue ver seus indicadores com clareza, então precisará de um programa como o yampa para te ajudar nisso). Esses indicadores são:

Considere os indicadores e situação atual do seu ramo específico, como nesse exemplo.

Tabela com análise de indicadores

Por exemplo, você pode chamar a sua equipe e fazer uma análise SWOT – também conhecida como análise FOFA, que identifica as forças, oportunidades, fraquezas e ameaças.

  • Análise SWOT: 

A sigla SWOT vem do inglês e significa Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças).

A análise SWOT é composta por uma matriz que divide esses quatro fatores em duas categorias: internos (forças e fraquezas) e externos (oportunidades e ameaças). A ideia é que, ao avaliar esses fatores, a empresa possa identificar seus pontos fortes e fracos, bem como as oportunidades e ameaças do mercado em que atua, para poder tomar decisões estratégicas mais assertivas e alinhar sua atuação às suas metas e objetivos.

2. Trace Metas 

Uma vez feita a sua análise, chegou a hora de criar metas e objetivos que sejam realistas e mensuráveis. Trabalhe com seus funcionários para criar metas e objetivos para o período de um ano e discuta como essas metas e objetivos serão medidos e rastreados.

Uma dica de valor é usar suas vantagens a seu favor e se afaste dos pontos em que você não se destaca. 

Exemplo: Se você tem um mini-mercado, busque a proximidade com os clientes, ofereça produtos caseiros e procure não tentar ganhar em todos os preços das grandes redes. Se sua estratégia funcionar, os clientes irão até você pela praticidade, relacionamento, ofertas únicas etc

Outro ponto a destacar é voltar a sua análise como base e definir uma meta para cada indicador (Meta de receitas, meta de Margem de Contribuição, Lucro Operacional, etc.)

Os objetivos SMART podem ajudar no aspecto financeiro no planejamento estratégico, por fornecerem um framework claro e estruturado para a definição de metas financeiras específicas e mensuráveis.

Ao definir objetivos financeiros SMART, uma empresa pode estabelecer metas para aumentar sua receita, reduzir custos, aumentar a lucratividade ou melhorar a gestão de caixa, por exemplo.

  • Metodologia SMART: 

A sigla SMART vem do inglês e significa Specific (Específico), Measurable (Mensurável), Achievable (Alcançável), Relevant (Relevante) e Time-bound (Temporal).

Cada um desses elementos representa um aspecto importante que deve ser considerado na definição de um objetivo, que deve ser:

  • Específico, isto é, bem definido e claro para todos os envolvidos.
  • Mensurável, para que seja possível avaliar seu progresso e sucesso. 
  • Alcançável, considerando os recursos disponíveis e a capacidade da equipe. 
  • Relevante, alinhado aos objetivos estratégicos da organização. 
  • Temporal, estabelecendo prazos e deadlines para sua realização.

Seguir esses critérios ajuda a equipe a se concentrar nas metas certas, a criar um senso de propósito e a trabalhar de forma mais eficiente e eficaz para atingir esses objetivos.

Você pode se interessar por: Por que você precisa delegar tarefas?

3. Plano de Ação

Após a realização da análise e a definição dos objetivos, o próximo passo é criar um plano de ação para alcançar esses objetivos, um passo vital no planejamento estratégico para pequenas empresas. 

O plano de ação é um documento que descreve as atividades e tarefas necessárias para atingir as metas estabelecidas. 

Para atingir isso, crie algumas ações específicas que vão te ajudar a bater as metas. Aqui, quanto mais específico, melhor. Concentre-se em no máximo 2 ou 3 ações ao mesmo tempo. Isso vai te ajudar a não assumir uma quantidade exagerada de tarefas e abandoná-las antes da conclusão.

Coloque um prazo e responsabilize alguém para cada ação de melhoria, mesmo que esse alguém seja você mesmo. Fazendo isso, a tarefa não se perderá no esquecimento ou falta de engajamento.

Veja um exemplo:

4. Revisão e acompanhamento

 A etapa final do processo do planejamento estratégico para micro e pequenas empresas é reavaliar o plano e fazer as mudanças necessárias. 

A revisão do plano estratégico envolve analisar o progresso alcançado e o desempenho atual da sua equipe em cada plano de ação e objetivo. Ao revisar o plano, você pode acabar descobrindo que não está no caminho certo para atingir um objetivo ou meta que estabeleceu antes. 

Assim, tire um momento para avaliar a situação e, se necessário, discuta as questões com seus colaboradores. Descubra o que deu errado e por que sua empresa não está no ritmo esperado.

Outro resultado possível da reavaliação é descobrir que seu negócio atingiu uma meta antes do esperado. Assim, você pode criar uma nova meta ou objetivo para o qual trabalhar, ou tentar manter o progresso que já fez.

3 Dicas para melhorar um planejamento estratégico para pequenas empresas

  • Envolva a sua equipe 

Envolver a equipe no planejamento estratégico de pequenas empresas é muito importante, pois traz informações e opiniões de diferentes perspectivas. Isso ajuda a examinar o que a sua empresa está fazendo bem e o que pode melhorar para facilitar o crescimento e o sucesso.  

Para isso, faça reuniões semanais rápidas para acompanhar o crescimento da sua empresa e convide diferentes membros a participar.

  • Tenha um plano de crise 

Ter um plano de crise ou contingência é extremamente importante para garantir que uma empresa esteja preparada para enfrentar qualquer tipo de emergência, como desastres naturais, problemas de segurança, problemas de fornecimento, entre outros.

Exemplos de como fazer isso:

  • Liste os últimos 2 ou 3 problemas mais severos que a empresa passou e como resolveu.
  • Busque ajuda preventiva com especialistas (Ex: Se foi um problema com funcionários, procure um especialista em gestão de pessoas ou um advogado trabalhista)
  • Identifique os possíveis riscos e ameaças que a empresa pode enfrentar e avaliar a probabilidade e o impacto desses riscos. 

Por fim, ter um plano de crise ou contingência também pode ajudar a empresa a se adaptar a novas circunstâncias e mudanças, garantindo a continuidade do negócio em caso de imprevistos.

  • Use dados e tecnologia 

O uso de dados e tecnologias é fundamental para a tomada de decisões estratégicas nas empresas. As informações geradas por meio de análises de dados podem fornecer insights valiosos sobre o desempenho do negócio.

Nesse contexto, o software financeiro yampa pode ser uma ferramenta poderosa para ajudar as empresas a gerenciar suas finanças de forma eficiente e baseada em dados.

O yampa oferece uma série de recursos, como o controle de fluxo de caixa, análises financeiras e plano de ação baseado em indicadores, que permitem que as empresas tomem decisões financeiras mais seguras e eficientes.

Faça seu planejamento estratégico com o yampa

Você pode envolver o yampa desde o início do planejamento estratégico da sua empresa. Assim conseguirá ter uma visão geral do financeiro da sua empresa com apenas alguns cliques e até simular cenários de diferentes planos de ação.

O yampa é um grande aliado para traçar metas objetivas e seguras.

Comece a utilizar o yampa ainda hoje para garantir acesso a projeções reais dos números financeiros da sua empresa e utilizá-los para a elaboração de metas e planos de ação realistas!

TESTE GRATIS DO YAMPA

Este artigo foi útil?

5/5

Compartilhe

Facebook
LinkedIn
Twitter
WhatsApp

Aprenda mais

Feito com pela equipe yamper!

Política de privacidade | Termos de uso

Suporte

Atendimento de segunda a sexta, entre 9h e 18h

Trabalhe Conosco